Obesidade e fertilidade - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Obesidade e fertilidade

O número de mulheres obesas vem aumentando em todo o mundo assim como as doenças associadas a obesidade: diabetes, doenças cardíacas, vários tipos de câncer, distúrbios hormonais e reprodutivos. Mulheres obesas apresentam chance aumentada de desenvolver problemas hormonais que resultam em distúrbios ovulatórios, redução da fertilidade, aumento da chance de abortar e de ter crianças com problemas (anomalias congênitas), assim como menores chances de sucesso quando submetidas a tratamentos para engravidar. Aparentemente, isso ocorre devido às alterações que a obesidade provoca nos óvulos, que também leva a alterações no desenvolvimento e capacidade de gerar embriões saudáveis.

Dessa forma, perder peso é fundamental se o problema é infertilidade, não só para melhorar as chances de sucesso, mas também para reduzir as chances de complicações durante a gravidez e o parto. Sabe-se que mulheres obesas têm maior probabilidade de desenvolver diabetes, parto prematuro e alterações da pressão arterial (pré-eclâmpsia) durante a gravidez, assim como complicações fetais (anomalias congênitas e morte fetal) e durante o parto.

Dieta equilibrada e atividade física regular são duas estratégias reconhecidamente importantes para perder peso. A Academia Americana de Nutrição recomenda que mulheres obesas recebam aconselhamento sobre os possíveis efeitos da obesidade sobre a fertilidade, gravidez e o parto, assim como os tratamentos disponíveis, considerando que a perda de peso está associada à melhora da fertilidade e à redução de complicações maternas e fetais.

Faça uma consulta: Mater Dei Santo Agostinho – Rua Mato Grosso, 1.100 – 2º andar – 31. 3339-9495.


RESPONSÁVEL:
Márcia Mendonça Carneiro
Ginecologista do Centro de Reprodução Humana Mater Dei
CRM-MG: 
27578

Publicado em: 28/09/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Gestação

Posts Relacionados

09 Agosto 2016

Reprodução Humana e a Oncofertilidade

A preservação da fertilidade em homens e mulheres é algo muito importante que deve ser, adequadamente, abordado pelos médicos especialistas e discutido com o paciente sobre suas possibilidades e também seus riscos
19 Dezembro 2016

Podemos engravidar a qualquer momento?

Com a evolução dos tempos, notamos que as mulheres adiam os planos de ter um filho e, cada vez mais, engravidam em idade mais avançada. No passado, a idade média para o primeiro filho era em torno dos 20 anos, atualmente é em torno dos 30. Isso ocorre por diversas...
28 Setembro 2016

É possível medir quanto “tempo de...

Não há exame capaz de medir a fertilidade feminina, muito menos “quanto tempo fértil a mulher ainda possui”.