Os avanços tecnológicos da endoscopia digestiva para a detecção e trat - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Cuidados com a Saúde » Prevenção e Cuidados » Os avanços tecnológicos da endoscopia digestiva para a detecção e tratamento de tumores

Os avanços tecnológicos da endoscopia digestiva para a detecção e tratamento de tumores

As inovações tecnológicas ratificaram a endoscopia digestiva como método principal para rastreamento, diagnóstico e tratamento de tumores de esôfago e estômago, reto e cólon. O câncer de esôfago e estômago possui elevada incidência na população brasileira e a endoscopia digestiva é o melhor método para o diagnóstico. Já o câncer de reto e cólon, terceira neoplasia (tumor maligno) mais frequente no país, pode ser identificado pela colonoscopia.
 
Se detectados no início, os chamados de câncer precoce são tratados de forma curativa, por técnicas endoscópicas desenvolvidas no Japão, e que temos implantado progressivamente no Brasil. Reconhecida como método apenas de diagnóstico de doenças gastrointestinais, a endoscopia digestiva, nas últimas duas décadas, evoluiu muito em equipamentos, aprimoramento dos especialistas e desenvolvimento de técnicas. E, se tornou mais que um método de diagnóstico de elevada acurácia e exatidão em gastroenterologia, mas, sobretudo, uma nova opção de tratamento menos invasivo para inúmeras de afecções digestivas, de menor morbidade e mortalidade, com preservação do órgão, com menor custo e mais rápida recuperação e qualidade de vida.
 
Além do rastreamento de tumores em estágio precoce no esôfago e estômago por endoscopia digestiva alta e no cólon e reto por colonoscopia, os exames endoscópicos esclarecem sintomas como dor abdominal, refluxo, sangramento digestivo, alteração do hábito intestinal, anemia, emagrecimento e outros. As intervenções endoscópicas têm sido indicadas para a remoção de pólipos e de lesões neoplásicas (tumores) em estágio inicial, estadiamento de tumores e tratamento de doenças biliares e pancreáticas.
 
Em outubro de 2014, participei do United Europeen Gastroenterology Week (Semana de Gastroenterologia da União Européia) em Viena, Áustria. O evento abordou os maiores avanços em diagnóstico precoce e tratamento endoscópico dos tumores do aparelho digestivo. Com o mesmo tema, realizei conferências no Congresso Pan-americano de Gastroenterologia em Buenos Aires, no Curso de Endoscopia Terapêutica da Sociedade Paraguaia de Gastroenterologia, em Assunção e, também no 2º Congresso Multidisciplinar em Oncologia do Instituto do Câncer do Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre.
 
É preciso ressaltar, e a população precisa saber, que os avanços em tecnologia e capacitação humana em endoscopia digestiva que pude ver na Europa e nos eventos que participei, transferindo conhecimentos no Sul do Brasil e da América Latina, podem ser encontrados em Belo Horizonte, no Hospital Mater Dei Contorno. O Hospital possui a mais alta tecnologia em diagnóstico e tratamento endoscópico de lesões neoplásicas superficiais, com especialista treinado no Japão para esses procedimentos. Investimento para diagnósticos mais precisos e tratamentos mais adequados para todos, reafirmando o compromisso do Mater Dei com a qualidade pela vida. 


RESPONSÁVEL:
Vitor Arantes
Coordenador do Serviço de Endoscopia Digestiva do Mater Dei Contorno
CRM-MG: 27810
 


Publicado em: 09/08/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Novidades

Posts Relacionados

18 Junho 2020

Mais um aliado tecnológico para a...

​Mais um novo procedimento especializado é integrado ao rol de serviços oferecidos na Rede Mater Dei no tratamento endoscópico de doenças.
29 Agosto 2016

Mito ou verdade?

O Hospital Integrado do Câncer Mater Dei investe em recursos para diagnóstico precoce, tratamento e cirurgias para o câncer de pulmão. Tire suas dúvidas sobre o câncer de pulmão.
04 Fevereiro 2019

Imunoterapia e câncer

Um novo tratamento tem ganhado grande relevância na oncologia, a imunoterapia. Além de ajudar diretamente o sistema de defesa do corpo humano, o tratamento atua em vias anômalas, que causam a progressão do câncer.