Cuidados com a dengue - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Cuidados com a dengue

A dengue é considerada a virose urbana mais difundida no mundo, sendo o Brasil, o país responsável pelo maior número de casos relatados anualmente. A doença é causada por um arbovírus (vírus transmitido por artrópodes, como os mosquitos) com quatro sorotipos conhecidos: DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4. Quando infectado, o ser humano desenvolve imunidade permanente ao sorotipo que causou a doença e imunidade temporária e parcial aos outros sorotipos. Todos os sorotipos podem levar a quadros graves da doença.

O Aedes aegypti é o principal vetor de dengue. A transmissão ocorre pela picada da fêmea do mosquito infectada pelo vírus. Não há transmissão pelo contato direto de uma pessoa doente com uma pessoa sadia. Também não há transmissão pela água, por alimentos ou por quaisquer objetos.

Os principais sintomas da doença são:  

·      Febre alta: maior que 38,5ºC.
·      Dores musculares intensas.
·      Dor ao movimentar os olhos.
·      Mal-estar.
·      Falta de apetite.
·      Dor de cabeça.
·      Manchas vermelhas no corpo.
 
Os sintomas da doença duram tipicamente de 2 a 7 dias. A apresentação clínica da dengue, contudo, é variável, podendo cursar de forma assintomática ou leve, evoluindo para a remissão completa, ou evoluir de forma grave e, em alguns casos, levar inclusive à morte.

Entretanto, antes que ocorra o agravamento do quadro, alguns sinais de alarme podem surgir, permitindo identificar os pacientes com risco de evoluir para uma forma grave da doença. Sendo assim, é importante um acompanhamento médico rigoroso, para que o paciente seja monitorado e as intervenções sejam oportunas.

Não existe tratamento específico contra o vírus da dengue, mas é possível tratar os sintomas e prevenir complicações. Não se automedicar e evitar a desidratação, aumentando a ingestão de líquidos, são recomendações muito importantes para os pacientes.  
 
 
Prevenção: a melhor forma de se combater a Dengue
 
A melhor forma de prevenção é evitar a proliferação do mosquito transmissor, eliminando águas paradas que possam se tornar possíveis criadouros do Aedes aegypti. Confira algumas dicas:

  • Manter os quintais limpos, jogar fora o que não é utilizado e eliminar recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;
  • Retirar água dos pratos de plantas;
  • Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
  • Instalar telas de proteção em janelas e portas, afastando o mosquito de ambientes internos;
  • Usar repelente de inseto adequado a cada faixa etária. 
 
Vacina de prevenção à Dengue

O Mater Dei Vacina oferece a vacina indicada para prevenir os quatro sorotipos da Dengue.
Indicação: de acordo com as recomendações da Anvisa, a vacina está indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e que já recebeu o diagnóstico da doença anteriormente. Ou seja, está indicada para proteger contra os demais sorotipos da dengue aos quais a pessoa não foi exposta.
Contraindicações: gestantes, imunossuprimidos e pessoas que nunca tiveram contato com o vírus da dengue.
A aplicação da vacina é dividida em três doses, uma a cada seis meses e é obrigatório apresentar laudo médico comprovando o diagnóstico de Dengue. 

Dúvidas e orçamentos, entre em contato pelo telefone (31) 3339-9010, pelo whatsapp (31) 97150-7542, ou através do e-mail [email protected]”. O Mater Dei Vacina está localizado na unidade Santo Agostinho, na Avenida Barbacena, 1067, Santo Agostinho. O horário de funcionamento do laboratório é de segunda-feira à sexta-feira, de 6h às 17h, e sábado de 7h às 12h, e não é necessário agendamento prévio. 
 

RESPONSÁVEL

Flávia Cerqueira Massote
Médica Patologista e Coordenadora do Laboratorio de Patologia Clínica da Rede Mater Dei Saúde
CRM-MG: 32764
 
Silvana Maria de Barros Ricardo
Infectologista e Coordenadora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da Rede Mater Dei de Saúde
CRM-MG: 18459
 



 

 

 

Publicado em: 05/02/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados dengue vacina mater dei

Posts Relacionados

17 Dezembro 2021

Confira como foi a 11ª edição da...

Em novembro, ocorreu a 11ª Edição da Campanha Mater Dei na Luta Contra o Câncer. Foram disponibilizadas 200 vagas gratuitas para que mulheres e homens realizassem os exames de mamografia e PSA (exame de sangue para detectar alteração na próstata) além de...
28 Dezembro 2021

Artigo evidencia a importância de...

Segundo Luiz Passaglia, o artigo é um esforço multi-institucional e tem o objetivo de fornecer informações atualizadas sobre a epidemiologia (área da ciência que estuda e investiga as relações e processos de saúde e doenças em grupos humanos) das Doenças...
04 Janeiro 2022

A equipe de cardiologia da Rede Mater...

O evento, que aconteceu virtualmente, foi uma grande oportunidade de discutir com os mais renomados cardiologistas de todo Brasil, os estudos científicos da subespecialidade de cardio-oncologia, baseado em estudos de casos clínicos atendidos pela Rede Mater Dei de...