Dia Mundial do Diabetes - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Dia Mundial do Diabetes

No dia 14/11 foi comemorado o Dia Mundial do Diabetes, que tem por objetivo mobilizar a sociedade e profissionais da saúde sobre a prevenção e controle da doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas que foram diagnosticadas com algum dos tipos da doença, o que representa 6,9% da população. 
 
Os três tipos de diabetes mais frequentes são: tipo 1, que tem origem autoimune, ou seja, uma alteração do sistema imunológico que faz com que o corpo pare de produzir a insulina, hormônio essencial para o controle da glicose no sangue; tipo 2, a mais comum em adultos e está geralmente associada à obesidade; e a Gestacional, que se manifesta durante a gravidez. 
 
Existem outros tipos de diabetes menos frequentes. O médico especialista deve avaliar as peculiaridades de cada paciente para determinar a necessidade da pesquisa de etiologias menos comuns.
 
O coordenador do serviço de Endocrinologia da Rede Mater Dei de Saúde, Paulo Miranda, explica que o controle do diabetes deve ser centrado no paciente, ou seja, é preciso identificar os mais variados contextos, e o tipo de diabetes existente para oferecer o melhor tratamento possível.
 
A identificação dos principais sintomas é fundamental para indicar o tratamento adequado, por isso, é importante prestar atenção aos sintomas como sede excessiva, micção frequente, visão turva, falta de energia, fome constante, formigamento ou dormência nas mãos e pés, perda repentina de peso e feridas que demoram a cicatrizar.
 
Rodrigo Lamounier, também coordenador do serviço de Endocrinologia da Rede Mater Dei, conta que há uma linha de cuidados para o paciente, onde ele possui de maneira sincronizada, o apoio das diversas áreas necessárias, e atenção multiprofissional integrada: “Todo fluxo dessa linha de cuidados é parametrizado e acompanhado continuamente dentro da estrutura da Rede de modo a promover a saúde e oferecer mais qualidade de vida aos pacientes.”
 
O acompanhamento e a orientação são essenciais para que o paciente se sinta seguro e acolhido para lidar com o tratamento, por isso, a Rede Mater Dei de Saúde oferece tratamento especializado para o paciente com diabetes. “Realizamos acompanhamento ambulatorial completo por uma equipe multidisciplinar de atendimento com endocrinologistas, educação em diabetes, nutrição e demais especialidades médicas que sejam necessárias para o cuidado integral do paciente”, conta Paulo Miranda. 
 
Além disso, a Rede Mater Dei de Saúde possui atendimento sistematizado, com profissionais de ampla experiência que respeitam e colocam o paciente no centro do cuidado.
 
Entre em contato conosco e agende uma consulta pelo telefone (31) 3339-9595 ou pelo site materdei.com.br
 

 

Publicado em: 17/11/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados diabetes mais saúde mater dei

Posts Relacionados

22 Novembro 2021

Hospital Mater Dei anuncia a...

Mater Dei anuncia mais um importante passo em direção à sua estratégia de consolidação de ativos de referência em suas localidades de atuação, por meio da aquisição de 99,6% do Hospital Santa Genoveva. Por meio de mais essa operação – que é a terceira...
11 Novembro 2021

Tecnologia e inovação: Rede Mater Dei...

Com a Campanha Outubro Rosa, o debate sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta em até 90% a chance de cura da doença, ganhou força nos últimos dias. Para garantir um diagnóstico ainda mais preciso e seguro, a Rede Mater Dei de...
03 Novembro 2021

Rede Mater Dei de Saúde recebe medalha...

A Rede Mater Dei de Saúde recebeu a medalha que representa a condecoração de personalidades militares e civis e instituições, que contribuem de maneira ímpar para o engrandecimento do Instituto de Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM), que se...