Reprodução Assistida para cadeirantes - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Reprodução Assistida para cadeirantes


Técnicas para mulheres cadeirantes
 
Graças aos avanços da Medicina e das técnicas de Reprodução Humana, homens e mulheres cadeirantes têm a possibilidade de realizar o sonho de se tornarem pais ou mães. De maneira geral, as mulheres cadeirantes que não possuem nenhum tipo de problema de fertilidade, podem engravidar de forma natural.

No entanto, caso seja diagnosticado problema de infertilidade, a mulher tem a opção de recorrer aos tratamentos de reprodução assistida, quais sejam: Indução da Ovulação e Orientação do Coito, Inseminação Intrauterina (IIU) ou Fertilização in Vitro.

A indução da ovulação e orientação do coito, técnica de baixa complexidade, consiste, basicamente, na estimulação ovariana feita por medicamentos, controlada por meio de ultrassonografias, que visam acompanhar o desenvolvimento dos folículos e óvulos. Quando estes folículos atingem o tamanho ideal, é o período em que os casais devem manter relações sexuais com frequência, já que nesse período as chances de gravidez são maiores.

A inseminação intrauterina é uma técnica de reprodução assistida de baixa complexidade. Da mesma forma que a Orientação do Coito, nesta técnica é feito o acompanhamento do ciclo menstrual da mulher, porém, quando ela entra em seu período ovulatório, ela retorna à clínica para a deposição do sêmen em sua cavidade uterina, facilitando o encontro dos gametas e a fertilização natural. O sêmen utilizado é processado em laboratório, com o objetivo de selecionar o maior número possível de espermatozoides morfologicamente normais e móveis, e concentrá-los em um pequeno volume de material.

Já a fertilização in vitro (FIV) é uma técnica de alta complexidade, na qual o processo de fertilização (fecundação do óvulo pelo espermatozoide) ocorre no laboratório e os embriões obtidos são transferidos de volta para o útero.

É importante ressaltar que a gestação de uma cadeirante exige um acompanhamento de uma equipe médica, devido aos desafios naturais de uma gestação e aos cuidados especiais relacionados à sua condição.

Técnicas para homens cadeirantes
 
Homens cadeirantes que apresentam alterações nas funções sexuais, também podem se tornar pais, mas é necessário avaliar a causa que o tornou cadeirante, analisando qual a melhor técnica de reprodução assistida, ou se é possível engravidar a parceira de maneira natural.

No caso de homens que tenham sofrido alguma lesão medular, a fertilização in vitro pode ser a melhor solução. Nesses casos, é necessário realizar a coleta de espermatozoides por meio de algumas técnicas, como punção direta do epidídimo ou do testículo. Após a coleta, o material é levado para o laboratório para ser utilizado na fertilização dos óvulos da parceira.

Tanto para homens quanto para mulheres cadeirantes, cada caso deve ser avaliado de forma individual por um especialista em reprodução humana, para que se possa decidir qual a melhor técnica a ser utilizada para se ter um filho.

Centro de Reprodução Humana

O Centro de Reprodução Humana Mater Dei, localizado no 2º andar do Mater Dei Santo Agostinho, e com consultas eletivas também no ambulatório do Mater Dei Betim-Contagem, é constituído com o que há de mais avançado em tecnologia de reprodução assistida.
 
Os principais serviços oferecidos pela Reprodução Humana são:

- Fertilização in vitro/ICSI;
- Monitorização e seleção embrionária por Time Lapse. Transferência embrionária;
- Eclosão assistida (hatching);
- Pesquisa genética de embriões;
- Indução da ovulação com o coito programado;
- Inseminação intrauterina;
- Oncofertilidade/Preservação da fertilidade de pacientes em tratamento oncológico.
 
Agende a sua consulta:
(31) 3339-9495
(31) 3339-9686
(31) 9 9969-1507
 

 

Publicado em: 31/01/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados reprodução fertilização mater dei

Posts Relacionados

11 Novembro 2021

Tecnologia e inovação: Rede Mater Dei...

Com a Campanha Outubro Rosa, o debate sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta em até 90% a chance de cura da doença, ganhou força nos últimos dias. Para garantir um diagnóstico ainda mais preciso e seguro, a Rede Mater Dei de...
28 Dezembro 2021

Artigo evidencia a importância de...

Segundo Luiz Passaglia, o artigo é um esforço multi-institucional e tem o objetivo de fornecer informações atualizadas sobre a epidemiologia (área da ciência que estuda e investiga as relações e processos de saúde e doenças em grupos humanos) das Doenças...
22 Novembro 2021

Hospital Mater Dei anuncia a...

Mater Dei anuncia mais um importante passo em direção à sua estratégia de consolidação de ativos de referência em suas localidades de atuação, por meio da aquisição de 99,6% do Hospital Santa Genoveva. Por meio de mais essa operação – que é a terceira...