Infarto: Saiba mais sobre a doença e como se prevenir - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Infarto: Saiba mais e veja como se prevenir

O infarto agudo do miocárdio, também conhecido como infarto do coração, é resultado do entupimento das artérias coronárias que são responsáveis pela nutrição das células cardíacas. Quando isso acontece, falta oxigênio e sangue para o tecido cardíaco, gerando uma morte celular e, consequentemente, perda da força de contração do coração (doença chamada insuficiência cardíaca). Em casos mais graves, pode ocorrer uma arritmia, ou seja, o mal funcionamento do sistema elétrico do coração, podendo levar a uma morte súbita.

O sintoma mais comum é a dor na região do tórax, entretanto há outros indícios atípicos como o mal-estar, dor no pescoço, nos braços, nas mãos e até náuseas. O infarto pode evoluir de três formas: 1 - morte súbita secundária a uma arritmia cardíaca; 2 - insuficiência cardíaca devido ao dano às células do músculo cardíaco; 3 - infarto do coração recuperado com sequelas menores, em função do tratamento rápido e efetivo que restabelece a circulação e fluxo na artéria coronariana e um tempo hábil.

O cardiologista e coordenador do serviço de Cardiologia da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Patrus, alerta sobre como proceder. “Diante de uma dúvida ou de qualquer sintoma, é essencial ter um médico por perto para dar um diagnóstico precoce e instituir um tratamento mais rapidamente”. Ele reforça sobre a importância de ficar atento e procurar esclarecer quaisquer sintomas, medir a pressão arterial, nível de glicose, colesterol e acompanhar o peso.

“O evento é súbito, mas a doença não é tão súbita assim". O médico explica que a pessoa vem desenvolvendo o adoecimento das artérias coronárias progressivamente à medida que se expõe aos fatores de risco cardiovasculares.  Fatores de risco como diabetes, pressão alta, colesterol alto, tabagismo e falta de exercício físico, propiciam, silenciosamente, algum grau de obstrução das artérias, por acúmulo de  cálcio, colesterol e inflamação que, aos poucos, levam a lesões nas paredes das artérias (placas ateroscleróticas), que vão predispor à ocorrência de um evento súbito, o infarto agudo do miocárdio. O médico enfatiza e alerta sobre os problemas resultantes do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e o uso de cigarro.

A obesidade e o estresse diário também podem causar um infarto, por isso deve-se prezar pela qualidade de vida praticando atividades físicas, cuidando da alimentação, da saúde mental e sempre buscar uma assistência médica. “A partir dos 40 anos é importante fazer o check-up anual. Já pessoas com algum fator de risco, como um histórico familiar de problemas no coração, ou atletas profissionais, é recomendado fazer com mais frequência”, relata o cardiologista. “É preciso incentivar as pessoas a cuidarem da saúde, porque quando se previne os fatores de risco, prevenimos a doença do coração, e, logo, vive-se melhor, com mais qualidade de vida”.
 
Para oferecer um diagnóstico mais seguro e rápido ao paciente, a Rede Mater Dei conta com profissionais especializados e preparados para atender com qualidade e segurança qualquer paciente que apresentar uma situação cardíaca crítica ou de alta complexidade. São realizados exames de imagem, exames gráficos e revisão laboratorial completa de acordo com cada perfil.         

Tempo Porta Balão
 
O número mede a qualidade e a efetividade do atendimento à vítima de infarto. É o intervalo entre a entrada do paciente no Pronto-socorro até o cateterismo, procedimento de desobstrução da artéria do coração. Esse tempo vai determinar a saúde do músculo cardíaco irrigado pela artéria infartada. Um adequado tempo porta balão restabelece a oxigenação deste músculo impedindo sua morte. 
 Os Prontos-socorros da Rede Mater Dei de Saúde medem esse tempo, entre a chegada do paciente com suspeita de infarto até desobstrução da artéria pela equipe médica.  Os números da Rede são compatíveis aos melhores do mundo. A média mundial do intervalo entre a entrada do paciente no PS até a desobstrução é de 90 minutos. A média do último trimestre de 2019 na Rede foi de 77 minutos. 
 
Atualizado em 27/02/2020


 

 

 

Publicado em: 22/01/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Dicas

Termos relacionados infarto cardiologia mater dei

Posts Relacionados

11 Novembro 2021

Tecnologia e inovação: Rede Mater Dei...

Com a Campanha Outubro Rosa, o debate sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta em até 90% a chance de cura da doença, ganhou força nos últimos dias. Para garantir um diagnóstico ainda mais preciso e seguro, a Rede Mater Dei de...
03 Novembro 2021

Rede Mater Dei de Saúde recebe medalha...

A Rede Mater Dei de Saúde recebeu a medalha que representa a condecoração de personalidades militares e civis e instituições, que contribuem de maneira ímpar para o engrandecimento do Instituto de Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM), que se...
22 Novembro 2021

Hospital Mater Dei anuncia a...

Mater Dei anuncia mais um importante passo em direção à sua estratégia de consolidação de ativos de referência em suas localidades de atuação, por meio da aquisição de 99,6% do Hospital Santa Genoveva. Por meio de mais essa operação – que é a terceira...