Os riscos do desafio da rasteira - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Os riscos do desafio da rasteira

Nas últimas semanas, um desafio perigoso feito por crianças e adolescentes viralizou nas redes sociais. Apelidado de “quebra-crânio”, ele é realizado por dois jovens que se posicionam ao lado de um colega. Este é orientado a pular e recebe uma rasteira, podendo vir a bater a cabeça no chão.  
     
Devido à brutalidade da queda, o participante pode sofrer um traumatismo craniano e, consequentemente, ter sequelas motoras, dificuldades de fala, perda de memória, convulsões, entre outros sintomas. O neurocirurgião Hugo Abi-Saber, que faz parte da equipe multidisciplinar responsável pelo atendimento do trauma nas emergências da Rede Mater Dei de Saúde explica que a pancada pode gerar uma lesão cerebral que faz a pessoa perder a consciência imediatamente. “O desmaio demonstra que o trauma foi de maior importância, ou seja, causado por maior energia, impactando o cérebro. Isso pode trazer consequências neurológicas negativas, sejam elas cognitivas, sensitivas ou motoras”. 
 
Apesar do nome “quebra-crânio”, a ‘brincadeira’ pode ocasionar fraturas em outras regiões do corpo, como na coluna cervical. “O trauma pode causar lesões graves da medula e levar a dificuldade respiratória, fraqueza nos membros e, em situações mais graves, tetraplegia”. O médico reforça que o trauma na coluna é muito variável e, por isso, é necessário que o paciente seja avaliado por um especialista para que se tenha um diagnóstico e tratamento adequado.
 
É importante ressaltar que ao presenciar situações como essas, as pessoas devem acionar os profissionais do SAMU ou do Corpo de Bombeiros para que seja feita a devida imobilização e remoção do paciente para um local com atendimento especializado. 
 
“A melhor forma de evitar o traumatismo é com a prevenção. É fundamental orientar os jovens sobre os riscos dessa “brincadeira”, além de realizar ações de conscientização nas escolas visando à prevenção de acidentes. Qualquer tipo de atividade que tenha o risco de a pessoa cair sem a devida proteção, deve ser evitada”, alerta o neurocirurgião.
 
 
Responsável:
Hugo Abi-Saber Rodrigues Pedrosa
Neurocirurgião da Rede Mater Dei de Saúde
CRM: 44512
 

 

Publicado em: 29/02/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados mater dei tomografia

Posts Relacionados

11 Novembro 2021

Tecnologia e inovação: Rede Mater Dei...

Com a Campanha Outubro Rosa, o debate sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta em até 90% a chance de cura da doença, ganhou força nos últimos dias. Para garantir um diagnóstico ainda mais preciso e seguro, a Rede Mater Dei de...
22 Novembro 2021

Hospital Mater Dei anuncia a...

Mater Dei anuncia mais um importante passo em direção à sua estratégia de consolidação de ativos de referência em suas localidades de atuação, por meio da aquisição de 99,6% do Hospital Santa Genoveva. Por meio de mais essa operação – que é a terceira...
03 Novembro 2021

Rede Mater Dei de Saúde recebe medalha...

A Rede Mater Dei de Saúde recebeu a medalha que representa a condecoração de personalidades militares e civis e instituições, que contribuem de maneira ímpar para o engrandecimento do Instituto de Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM), que se...