​Inovação no tratamento da incontinência fecal - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » ​Inovação no tratamento da incontinência fecal

​Inovação no tratamento da incontinência fecal

Cirurgia moderna para correção da incontinência fecal é realizada na Rede Mater Dei


Foi realizado na Rede Mater Dei de Saúde o primeiro implante de neuroestimulador sacral para tratamento da incontinência fecal. A cirurgia foi realizada pela médica Kelly Buzatti com auxílio do médico Rodrigo Gomes, membros da equipe de Coloproctologia da Rede e responsáveis pelo Núcleo do Assoalho Pélvico - Incontinência Fecal do Mais Saúde Mater Dei. A especialista Luciana Marzan, do Rio de Janeiro, também auxiliou os médicos durante o procedimento. Para se capacitar e aprimorar suas técnicas, Kelly realizou o seu doutorado na área, além de ter participado de um treinamento específico em Coimbra, Portugal, e acompanhado diversas cirurgias em Aarhus, na Dinamarca.

A neuromodulação sacral consiste na implantação de um eletrodo próximo aos nervos sacrais, onde os estímulos elétricos permitem que o paciente recupere a sensibilidade e função do esfíncter anal, assegurando o controle da eliminação de gases e fezes. “A cirurgia é minimamente invasiva, ocorre apenas sob anestesia local e leve sedação, o que contribui para que o paciente possa receber alta no mesmo dia em que o procedimento for realizado. Essa técnica também permite que seja realizado um teste para avaliação do resultado antes da implantação do neuroestimulador”, explica Kelly Buzatti.

Para certificar a eficácia da cirurgia, utiliza-se a radioscopia, um controle radiológico, e a comunicação com o paciente durante o procedimento para o melhor posicionamento do eletrodo. Segundo a médica, essa técnica é considerada como opção de primeira linha no tratamento cirúrgico da incontinência fecal devido aos altos índices de melhora dos sintomas e deve ser oferecida aos pacientes que não obtiveram resultado com o tratamento clínico. “Após a colocação do eletrodo, alguns estudos mostram que até 90% dos pacientes apresentaram melhora dos sintomas relacionados à incontinência fecal, resultando em melhora da qualidade de vida. Além disso, há relato também da melhora da incontinência urinária, que em muitos casos coexiste com a incontinência fecal”, enfatiza.
 

Núcleo do Assoalho Pélvico - Incontinência Fecal

Atendimentos às terças-feiras e quintas-feiras.
Agende a sua consulta: (31) 3339-9595
 

Horário da coloproctologia nos prontos-socorros da Rede: acesse materdei.com.br



RESPONSÁVEL:
Kelly Cristine de Lacerda R. Buzatti
CRM-MG: 45882
Coloproctologista

Publicado em: 28/06/2018

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Posts Relacionados

17 Agosto 2017

Como tratar a doença hemorroidária?

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), metade da população mundial apresenta ou apresentará, em alguma época da vida, sintomas relacionados à doença hemorroidária, popularmente conhecida como hemorroidas.
02 Outubro 2019

Médico do Mater Dei recebe premiação...

A premiação foi pelo trabalho “Aspectos técnicos da anastomose manual por via robótica na colectomia segmentar”, que discutiu o uso da plataforma robótica como acesso minimamente invasivo, que vem gerando grande interesse na área de cirurgia colorretal
31 Julho 2017

Médico do Mater Dei lança livro sobre...

Coordenador da coloproctologia do Mater Dei Contorno lança livro – Câncer do reto: Fundamentos do Tratamento Multidisciplinar.